top of page

Invasão ao Twitter de Wesley Safadão: veja como se proteger de ataques cibernéticos

Especialista Marcos Monteiro recomenda trocar senhas com frequência, evitar redes wi-fi desconhecidas e deixar sempre computador e aparelho celular atualizados com antivírus.

O cantor cearense Wesley Safadão teve, na quarta-feira (23), o perfil invadido por hackers, que fizeram postagens de teor racista e homofóbico, além de pornografias. O g1 conversou com o especialista Marcos Monteiro. Ele é presidente da Associação Nacional de Peritos em Computação Forense e autor do livro Informática Forense pela editora LEUD.



Marcos Monteiro listou algumas possibilidades de como os hackers conseguiram entrar na conta do cantor e forneceu algumas dicas de como o leitor evitar ter alguma conta invadida por criminosos.


“Existem alguns casos hipotéticos. Vamos imaginar que você utiliza uma conta em um determinado site, e esse site foi invadido alguns anos atrás ou recentemente. Acontece que na sua rede social você utilize exatamente da mesma senha. O criminoso tem a posse dessas senhas que foram vazadas em alguns sites e ele pode reutilizar aquela sua senha para outra conta e bingo.”


“Ainda nesta primeira opção. A sua rede social pode estar associada a um e-mail antigo e esse e-mail antigo se utilize de uma senha vazada em outros sites porque você reutiliza aquela senha”, acrescenta.


O especialista afirma que os hackers podem enviar um e-mail falso parecido com uma rede social com uma página idêntica a original. Como também via SMS ou um simples chat.

“Uma outra possibilidade é você receber um e-mail que realmente se parece daquela rede social com link que você clica. Você vai para uma página que se parece com aquela rede social onde você equivocadamente vai fornecer senha para o criminoso. Lembrando que aquele site não pertence ao site original que pertence ao site parecido com o original. E aí você fornece a sua senha pensando estar logando na conta original. Esse link pode ter vindo por um SMS, por e-mail, ou até por um chat, ou seja, uma conversa”, afirmou.


Outra possibilidade segundo Marcos Monteiro é o golpe surgir por meio o sistema wi-fi. Ele reforça que já que o músico viaja muito por conta dos shows possa ter precisado utilizar o wi-fi de algum local e ter as suas senhas e logins tomados pelos hackers nesta situação.


“Há também outra uma possibilidade. Principalmente para um cantor que viaja muito. Em uma determinada cidade ele precisou entrar no wi-fi porque o seu 3G não funcionou. Isso é muito perigoso porque aquele wi-fi pode estar comprometido e fácil para o criminoso com pouco mais de conhecimento técnico alternar o servidor dns daquela sua rede. Para quando você colocar lá o www.twitter.com ele direcionar para o site falso que é igual ao site original que tenha agora o url. Lá você realmente vai colocar login e senha e vai está no site falso", explica.


E sua empresa, como está se previnindo para possíveis ataques e responsabilização jurídica? E em caso de incidente, já tem como reiniciar as atividades? Não!?


Fale conosco ainda hoje, a @somaxigroup pode te ajudar!



Damiao Oliveira CDPO - Somaxi Group Jornalista DRT 6688/SC

Repórter ANPPD – Portal de Notícias

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page