top of page

Senacon multa Itaú em R$ 9,6 milhões por uso indevido de dados pessoais

Atualizado: 23 de ago. de 2021

A SENACON (Secretaria Nacional do Consumidor), do Ministério da Justiça, determinou a aplicação de uma multa no valor de R$ 9,6 milhões ao Banco Itaú Consignado S.A. pelo uso indevido de dados pessoais de clientes. A ação se dá em decorrência de denúncias do Instituto de Defesa Coletiva e do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), feitas em 2019, a respeito de comportamentos abusivos identificados na oferta e contratação de empréstimos consignados.



De acordo com o Senacon, o banco permitiu que terceiros contratados pela instituição financeira assediassem consumidores idosos, oferecendo empréstimos a partir de dados obtidos sem consentimento prévio.


A secretaria afirma que a empresa atuou “em violação às normas de proteção ao consumidor, na medida em que tais consumidores não eram informados da abertura de banco de dados e de cadastro, o que acabou consubstanciando em evidente exploração da hipervulnerabilidade de idosos aposentados e pensionistas do INSS”.


Além das infrações contra o Código de Defesa do Consumidor, o Itaú também pode ter cometido violações ao Marco Civil da Internet – por isso, foi decidida abertura de novos autos para apuração específica de eventuais infrações ligadas à Lei 12.965/2014, que exige consentimento para uso de dados e o direito à exclusão de informações.


E você, o que tem feito para ter segurança em sua empresa/seu negócio?


Damiao Oliveira DPO As a Service - Somaxi Tecnologia MSP https://linktr.ee/dpodamiao


Importante lembrar que a missão da Somaxi MSP é contribuir para a conscientização quanto à adequação e cumprimento da LGPD ajudando empresas por todo Brasil a vencer os desafios impostos pela a legislação, se sua empresa ainda não se adequou, fale com a gente, com certeza podemos te ajudar.

Fale Conosco - Clique Aqui

74 visualizações0 comentário
bottom of page