top of page

Pagar resgate de ramsomware, pode custar 7 vezes mais na hora de "voltar tudo novamente".

Conforme traz um novo relatório da Check Point Research (CPR), as empresas vítimas de ataques de ransomware acabam tendo gastos 7 vezes maiores que o valor pago nos resgates.


Os pesquisadores da fornecedora de insights especializada em análises de segurança cibernética apontaram para uma grande evolução dessas ações criminosas nos últimos anos, sendo hoje o tipo de ciberataque mais disruptivo que as organizações têm enfrentado.


Além de interromper importantes processos e negócios diários, o ransomware pode resultar em um grande impacto financeiro. E isso não se limita ao pagamento do resgate exigido pelos hackers, que pode chegar a milhões de dólares.


A principal recomendação de Shykevich é que as organizações devem construir com antecedência defesas cibernéticas adequadas. Especialmente a elaboração de um plano de resposta bem definido contra os ataques de ransomware, de modo a beneficiar a economia de muito dinheiro.


Outras dicas do relatório dos pesquisadores são a existência de um backup robusto de dados e treinamento de conscientização cibernética (por exemplo, com foco em phishing, que é uma das formas mais populares de espalhar malware de resgate).


A autenticação de usuário também deve ser forte e segura, por meio de uma política de senha forte e uso de práticas de múltiplos fatores. Os patches devem estar atualizados em computadores e dispositivos, especialmente naqueles rotulados como críticos.


E sua empresa, está preparada para possíveis ataques e responsabilização jurídica? E em caso de incidente, já tem como reiniciar as atividades? Não!?


Fale conosco ainda hoje, a @somaxigroup pode te ajudar!



Damiao Oliveira CDPO - Somaxi Group Jornalista DRT 6688/SC

Repórter ANPPD – Portal de Notícias

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

תגובות

דירוג של 0 מתוך 5 כוכבים
אין עדיין דירוגים

הוספת דירוג
bottom of page